Voa, Abraça-te.. Há Mais Horizontes Para Além do Horizonte

Abraça-te

Para mim, ser resiliente é saber que se vive na impermanência, tudo muda.

Liberto-me das crenças, das ideias limitadoras de como a vida deve ser vivida, liberto-me de muita coisa que deixa de fazer sentido.

Abraço o meu eu genuíno, com amor, carinho e paciência, tudo muda.

Tudo muda para melhor e, para que mude para melhor, há que existir um vácuo, necessário à criação de uma realidade nova: mais gratificante, mais bela e mais harmoniosa.

“Quando tudo parece estar a cair, é apenas a vida a transformar-se”.

 

Conquista

“Mudar dá medo, mas nós deveríamos mesmo era ter medo de ficar no mesmo lugar”José Morais ... Crescer no amor-próprio. Acreditar. Conquistar. É um caminho que exige coragem e muita resiliência. Sair do mundo da catalogação e da formatação e abraçar a unicidade única e genuína.

 

Diz Não

Dizer não faz parte da nossa construção pessoal, do respeito por nós próprios

 

Varre a culpa

Na minha opinião, a palavra culpa pode ser abolida do dicionário.

Cada pessoa faz o melhor possível, de acordo com os conhecimentos que tem, em cada fase do processo evolutivo da vida.

Haja sensibilidade e humildade para evoluir com os erros e as tentativas. Parece ser tabu, mas a verdade é que todo e qualquer ser humano aprende com tentativas e erros.

O sentimento de culpa é fruto de pensamentos negativos.

Varre os pensamentos negativos, abraça os pensamentos positivos.

Assim, se atrai o bom e o construtivo 🙂

 

Volta a abraçar-te

Planta a semente do amor, rega com muito carinho e paciência, como se de um jardim maravilhoso e muito belo se tratasse. Primeiro, em nós próprios, depois nos outros.

Só conseguimos cuidar do outro, quando cuidamos de nós.

Assim se encontra a definição pessoal: o que quero ser? O que quero ter? O que quero fazer?

O Universo, ou para alguns, Deus, ajuda.

 

Constrói A Tua Vida 🙂

2 comentários em “Voa, Abraça-te.. Há Mais Horizontes Para Além do Horizonte”

Deixe um comentário