Qual É O Teu Nível De Merecimento?

Não, não vamos fazer um teste para te encaixar numa das respostas pré-definidas.

Tu és uma expressão única da vida. Não há ninguém igual a ti. Na Natureza nada se repete.

Não existem caixinhas definidas onde tu caibas com outras pessoas.

Cada um tem uma caixinha só sua, pessoal e intransmissível.

Convido-te, apenas, de forma fácil, a fazer algumas reflexões comigo para que tu mesmo encontres a tua resposta e, com isso, mudar o teu sentimento de merecimento ou, até mesmo, aumentá-lo.

Sou apologista do dicionário de sinónimos. Nele encontro inspiração para escrever os meus textos e passar as minhas mensagens.

 

Nível de Merecimento

Nível é sinónimo de padrão e padrão é sinónimo de memória.

Dentro da nossa mente subconsciente estão as nossas memórias, os nossos sentimentos, que conduzem ao nosso padrão de pensamentos.

O teu nível de merecimento está diretamente relacionado com a importância que dás a ti próprio.

O teu nível de merecimento está diretamente relacionado com o nível de consideração e respeito que tens por ti próprio.

O valor que te dás está condicionado aos sentimentos, palavras e ações que te foram transmitidos em criança, armazenados na tua mente subconsciente. Ela ouve tudo e aceita tudo o que te foi transmitido, como  verdadeiro.

 

O primeiro passo para saberes qual é o teu nível de merecimento é aceitares as mensagens armazenadas na tua mente subconsciente.

O segundo passo é descobrires que mensagens são essas.

O terceiro passo é identificar quem é o autor ou autores das mensagens.

Podes ter a certeza que na sua grande maioria ou, até mesmo, na totalidade, o autor destas mensagens não és tu.

Muitas destas mensagens bloqueiam o teu nível de merecimento, muitas vezes, de uma forma tão silenciosa e castradora que te impedem de receber os presentes e as oportunidades que a vida te está a dar.

Pode chegar ao ponto de nem perceberes que não te sentes merecedor de receber, habituado a que estás a dar tudo aos outros e a ficar sempre para trás.

 

Estas afirmações são-te familiares?

  • És bom quando fazes o que os outros querem
  • És um grande trabalhador quando nem sequer tens tempo para ti
  • Relaxar e meditar é sinónimo de preguiça
  • Dinheiro em abundância só se ganha de forma desonesta
  • Amor-próprio é egoísmo, vaidade e arrogância
  • Diminui o teu talento para que os outros não se sintam inseguros a teu lado

Permites que as pessoas te critiquem e te diminuam?

Se alguém te oferece algo sentes-te obrigado a retribuir?

Enumeras com facilidade os teus “defeitos” e nem reconheces as tuas qualidades ou achas que falar delas é vaidade?

Aqui estão alguns exemplos de pensamentos que limitam o teu nível de merecimento.

Muda as tuas crenças. Liberta-te das limitações.

És merecedor de receber o melhor.

Abre a tua consciência.

Mereces amor, conforto, alegria, felicidade, abundância e prosperidade.

Mereces cuidar de ti e só tu sabes o que é melhor para ti, o que te faz, realmente, sentir BEM.

 

Deixe um comentário