Permite-te Sentir

São 9h 15 da manhã, cheira a bolinhos acabados de fazer. A minha amiga G espera-me, sentada, na minha mesa preferida. Ao balcão, como muitas vezes os encontro, os dois funcionários da empresa em frente, deliciam-se com o café da manhã, carinhosamente servidos por M.

Sento-me. Aparentemente tudo parecia igual como sempre: serenidade e boa disposição.

Mas, nem sempre aquilo que parece é; a voz de G despertou-me: M está triste. A porta trancou-se e os bolos que estavam no forno estragaram-se todos.

Desvio o olhar e, nesse preciso momento, virada para o lavatório, M encontrava-se lavada em lágrimas. Chorar faz bem, alivia a tensão causada por determinados momentos e circunstâncias que ocorrem na nossa vida, na vida e nas vidas de todos nós.

Mas, será que nós vivemos livremente abraçados aos nossos sentimentos? Ou, pelo contrário, somos coagidos a abafá-los desde sempre?

Estando o mundo organizado por sociedades, contendo, cada uma em si, interesses culturais, económicos, políticos e religiosos somos coagidos, desde sempre, a abafar a verdade do nosso coração.

Abafar a verdade do nosso coração é abafar os nossos sentimentos.

As pessoas são ensinadas a esconderem os sentimentos e a falarem de acordo com o instituído e aceite socialmente.

Usam-se e repetem-se expressões diversas, nas mais variadas áreas, dadas como verdades a seguir. Tanto se fala e tanto se repete que, mesmo que seja uma grande hipocrisia, nem se dá por isso. Ou, mesmo que se descubra, para evitar problemas, aceita-se ser desonesto consigo próprio.

O uso da palavra pela palavra, desprovida de sentimentos, dos teus sentimentos, afasta-te de ti próprio. O muro edificado à volta do teu eu real impede-te de encontrares a tua alegria e paz interior.

Se te impedes de sentires como é que vais descobrir o que contribui para a tua alegria e paz interior?

Se te impedes de chorar, como é que libertas a tensão acumulada? E o que gera tensão acumulada? Doença!

Há uma frase que visualizo muitas vezes no facebook, mais uma frase feita, repetida vezes sem conta, na qual muitos passam a acreditar.

É uma frase tão redutora que muitos passam a acreditar, de forma doentia, que são seres menores, caso não consigam cumprir a profecia do dia

“Só por hoje sou calmo”, a qual eu tomo a liberdade de refutar: e se por acaso se irritar isso não é por acaso. É para descobrir o que provocou esse sentimento. O que precisa afastar ou aproximar de si?

Chama-se a isto crescimento pessoal que só quem é humilde e corajoso é capaz de fazer.

Chora, permite-te sentir, descobre o motivo dos teus sentimentos, demore o tempo que demorar, as respostas nem sempre são imediatas e chegam quando estás preparado para as receber 🙂

Coloca gosto, partilha e escreve o teu comentário

#leidaatraçao #vibração #eusuperior #intuição #alegria #amor #desenvolvimentopessoal

Deixe um comentário