Como Concretizar os Desejos?

23h 59m (31-12-2019) a minha filha chega à sala com um prato recheado das famosas 12 passas alusivas à passagem do ano acompanhado de uma folha de papel pautado onde estão escritos os doze desejos correspondentes às 12 passas, supostamente engolidas em doze segundos…supostamente 🙂 será que existe alguém que conseguiu concretizar, literalmente, tamanha proeza?… a televisão inicia, com grandes números, a contagem decrescente dos 12 segundos, doze passas, doze desejos…terá a minha filha sido a primeira pessoa do mundo a concretizar tamanho desejo?…2020 entrou e a minha filha continua com passas no prato e desejos por pedir…típico, certo? 🙂

Pelo que me é dado a observar, ao longo dos meus 47 anos de vida, comer passas e pedir desejos em 12 segundos, só per si, é já uma grande falácia quanto mais ser este ato responsável pelo concretização dos mesmos…certo? 🙂

É comum aguardar o início do novo ano para, supostamente, se iniciarem novas iniciativas que, supostamente, fazem mudar a nossa vida para melhor…supostamente, certo? 🙂

E quantas e quantas vezes isso não passa de um desejo momentâneo sem força e pernas para andar?

A verdade é que a vida não muda porque muda o calendário, a energia da mudança não é exterior a nós mas sim intrinseca à nossa vontade, aliada ao sentimento de amor e alegria que esta vontade nos faz sentir.

Assim, o que provoca realmente a mudança?

*Planeamento e ação

*Sentirmo-nos merecedores de receber

*Alinhamento da mente consciente com a mente inconsciente

Antes de continuar vamos descobrir os significados da mente consciente e da mente inconsciente.

Mente consciente: é a nossa mente desperta, acordada, que observa e coordena todas as áreas. Fá-lo de uma forma superficial, desconectada dos nossos verdadeiros sentimentos e, ao contrário do que se possa pensar, tem muito pouco poder no que diz respeito à real concretização das nossas ações. Quantas vezes pensamos em fazer ou dizer algo, aparentemente fácil, e que, na verdade, acabamos por não fazer ou dizer e, até mesmo, dizer ou fazer algo totalmente ou bem desviado do nosso pensamento inicial? 🙂

Mente Inconsciente: a PODEROSA e a que na verdade coordena o nosso comportamento. É responsável pelo que as pessoas acreditam em suas vidas. Guarda memórias traumatizantes.

Definir um desejo sem perceber quais os verdadeiros sentimentos em relação a isso provoca, decididamente, a anulação do mesmo. É preciso baixar a guarda do consciente para que os nossos pensamentos não encubram o conteúdo do inconsciente.

Formamos a decisão de mudar na nossa mente consciente mas, muitas vezes, esta decisão entra em conflito com as mensagens e crenças incutidas no inconsciente.

Exemplo: querer atrair relacionamentos saudáveis e construtivos: se no nosso incosnciente existe a crença de que não somos merecedores de amor, atrair relacionamentos saudáveis continua a ser um objetivo não conseguido. É preciso descobrir que mensagens existem escondidas na mente inconsciente que nos levam a acreditar que não somos dignos de ser amados e aceites exatamente por aquilo que somos. Pode ser, por exemplo, o fato de nos ser incutido pela família e pela escola que só somos válidos quando temos boas notas. Assim, sempre que temos uma nota mais baixa consideramo-nos indignos do amor dos outros ou, até mesmo o fato de termos tido notas baixas mesmo em conjunto com notas altas conduz-nos à crença de que somos não somos merecedores de receber amor verdadeiro, este fica sempre condicionado pelo fato de acharmos que somos notas e não pessoas.

Resumindo: para que os nossos desejos se concretizem é imprescindível perceber que sentimentos esses desejos nos transmitem. Se forem sentimentos de alegria e de amor está tudo bem, se forem sentimentos de tristeza, dúvida, conflito, de não merecimento é imprescindível identificar as crenças limitadoras que vivem escondidas no inconsciente.

Este é o primeiro passo para se iniciar o processo da mudança.

O segundo passo é saber que temos capacidade de aprender até ao último sopro das nossas vidas.

Assim, depois de identificar as crenças limitadoras que te impedem de concretizar o teu desejo aprende e treina novas formas de diálogo contigo mesmo, novos pensamentos criados de forma consciente que eliminam o que te limita. Mudar as tuas crenças permite-te mudar o teu comportamento.

Os mesmos pensamentos são repetidos várias vezes por dia, por várias semanas até que passes a acreditar, até que sintas alegria quando pensas no desejo.

É o sentimento de alegria e de amor que atrai o que queremos e não o simples e falível pensamento consciente.

É um trabalho que podemos fazer todos os dias, avanços e recuos fazem parte do processo, a humildade e a abertura de consciência começam a fazer parte do nosso quotidiano.

Deixo convosco um excerto do pensamento positivo, poderoso para mudar crenças e comportamentos, de Louise L. Hay, como exemplo que todos podemos seguir:

“Cada momento da vida é um novo ponto de partida: na infinidade da vida onde me encontro, tudo é perfeito, pleno e completo, e no entanto a vida muda constantemente. Não há princípio nem fim, apenas um ciclo e um reciclar constante de substâncias e de experiências. A vida nunca é paralisante , estática ou desinteressante, porque cada momento que passa é novo e fresco. Eu sou um só com o próprio Poder que me criou e esse Poder concedeu-me força para eu criar as minhas próprias circunstâncias. Eu alegro-me por saber que tenho o poder da minha própria mente para usar da forma que bem entender. Cada momento da vida é um novo ponto de partida à medida que nos afastamos daquilo que é velho. Este momento é para mim, aqui e agora, um novo ponto de partida. Tudo está bem no meu mundo”

Deixe um comentário